Top 3 – Hits da viagem

janeiro 5, 2009

Durante a viagem para Buenos Aires, rolaram alguns hits na viagem. A grande maioria, claro, pela galhofa que geravam.

Esse é o top 3 hits buenos aires.

U2 – Beatfull Day
O coro… It’s a beatfull dayyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyy…

Australian Craw – Boys Light Up
Atenção para a gaita…

Creed – With Arms Wide Open
Eddie Vedder Vocal Mode.

No inicio dos anos 2000 eu descobri uma banda nova chamada Flir. Na época o Matrix era o filme mais foda, as torres gêmeas estavam de pé e o trip hop do Massive Atack era o som.
Não tinha Youtube, Myspace e Orkut.

Talvez o estilo fosse uma tentativa de propor o que seria algo do futuro, uma mistura de rock com musica eletrônica e vocais femininos sintetizados, sei lá.

Mas daí as torres gêmeas cairam, o EUA invadiu o Afeganistão, o Trip Hop caiu em desuso e a banda nunca decolou.

Acabei achando o som de novo por acaso no Youtube, mas infelizmente não passam de duas músicas, por isso…

Como esse site tá meio esquecido, esse é o top 2, coisas esquecidas.

The Flir – Lick

The Flir – Phere

Devido aos inúmero pedidos e comentários, hoje vou fazer a parte 2 do post de bandas hermanas.

Ok, tô de onda, na real ficaram várias pérolas para trás e eu sei que o post não repercutiu nem um pouco, por isso desconfio que vocês não gostam de música argentina, mas vou dar uma segunda chance para vocês mudarem de idéia.

Deu pra ti baixo astral, vou pra Buenos Aires, tchau!

Charly Garcia – Asesiname
Charly Garcia é uma instituição do rock argentino. É o mais maluco e conhecido, já teve overdose, já se jogou de uma janela de um hotel e já lançou som bom pra caralho. Abaixo um vídeo da fase mais atual. Ponto alto quando surge a guitarra e ele canta com irônia para a referência dos stones: es solo rock & roll, pero ya es mucho para vos…

Babasonicos – Pijamas
Te llamé, para vernos, se me ocurren tantas cosas
Empezar por junatarnos para no, hacer nada
Te propuse mi casa, nada neutro
Te dije “trae tus pijamas que yo, no duermo bien de noche”

Bersuit Vergarabat – Pero Amor Explota
Da trilha do filme mexicano Amores Perros. Uma das primeiras bandas a fazerem a fusão do tango com o rock, não só na sonoridade, mas também na intenção com momento sublimes, suaves e delicado e outro cheios de peso, tristeza e raiva típicos do tango argentino. Aqui no vídeo com participação do Gustavo Santaolalla, o gênio que ganhou dois oscares pelas trilhas de Babel e Brokeback Mountain, além das excelentes de Diários de Motocicleta e de Amores Perros, da qual a música faz parte.

Aliás, Gustavo também tem a incrível banda uruguaia Bajofondo, que mistura música eletrônica com tango. Clique aqui para ver um clipe deles.